quarta-feira, dezembro 27, 2006

Deixem-me sonhar!...

Escrevi este texto há mais de um ano no Restaurador da Independência, e penso que é incrível como ainda se mantém actual. Na altura o texto não teve a atenção devida pois o Restaurador da Independência ainda dava os primeiros passos, pelo que coloco novamente o texto a debate pelos caros leitores do Terras de Mármore.

«E que tal se Vila Viçosa tivesse ensino superior? E quem diz Vila Viçosa, também diz Borba, Estremoz e até mesmo o Alandroal!!!

E se fosse criado um Instituto Politécnico da Zona dos Mármores?

À primeira vista pode parecer estranho, mas, talvez se analisarmos os prós e contras, até fosse natural que este projecto se concretizasse!

Em Portugal existem 15 Institutos Politécnicos. A saber são: Lisboa, Porto, Setúbal, Beja, Portalegre, Santarém, Tomar, Castelo Branco, Leiria, Coimbra, Guarda, Viseu, Bragança, Viana do Castelo e Cavado e do Ave (Barcelos).

Os distritos que não possuem um Instituto Politécnico são: Évora, Faro, Aveiro e Vila Real. Estes 4 distritos possuem uma Universidade.

Analisando outra situação dos Institutos Politécnicos, é a descentralização das suas Escolas Superiores.

São elas:

Escola Superior de Teatro e Cinema (Amadora);
Escola Superior de Estudos Industriais (Vila do Conde);
Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Felgueiras;
Escola Superior de Tecnologia do Barreiro;
Escola Superior de Desporto de Rio Maior;
Escola Superior de Tecnologia de Abrantes;
Escola Superior Agrária de Elvas;
Escola Superior de Gestão de Idanha-a-Nova (com um curso a ser administrado no Fundão);
Escola Superior de Artes e Design (Caldas da Rainha);
Escola Superior de Tecnologia do Mar de Peniche;
Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital;
Escola Superior de Turismo e Telecomunicações (Seia);
Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego;
Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Mirandela;
Escola Superior de Ciências Empresariais (Valença);
Escola Superior Agrária (Ponte de Lima).

Assim sendo, porque não a Zona dos Mármores ter o seu próprio Instituto Politécnico?

A Zona dos Mármores é composta pelos concelhos de Vila Viçosa, Borba, Estremoz e Alandroal. Tem cerca de 39.000 habitantes e as suas principais actividades económicas são as indústrias do mármore, turismo, pequeno comércio e a agricultura. Apesar destes concelhos sofrerem, como todos os restantes concelhos alentejanos, um aumento do envelhecimento, ainda se verifica uma enorme taxa de jovens a residir na Zona dos Mármores. Jovens que como eu e todos os outros jovens dos restantes concelhos tiveram que abandonar a sua terra natal para poder tirarem uma licenciatura, e infelizmente, a maioria deles para nunca mais voltar!

Não se deveria aproveitar estes jovens, cheios de força no início da sua vida profissional e vontade de começar uma vida?
Não se tiraria dividendos de se ter estes jovens nos nossos concelhos?

Imaginem o que seria se houvesse um Instituto Politécnico da Zona dos Mármores! O pequeno comércio, a restauração, os bares, a discoteca, os particulares (com o aluguer de quartos) só para referir alguns aspectos, sairiam a ganhar! O Instituto Politécnico e as diferentes Escolas Superiores iriam criar emprego para algumas centenas de pessoas! A própria Zona dos Mármores seria divulgada de modo gratuito pelos estudantes! Imaginem uma Semana Académica, uma Queima das Fitas, uma Latada, um Enterro do Caloiro, uma Serenata!!!
Tudo isso poderia acontecer!

Imaginem o que poderia vir atrás de uma Escola Superior de Saúde? Talvez um hospital?
E de uma Escola Superior de Tecnologia? Novas empresas de diversos quadrantes?
E se surgisse uma Escola Superior de Turismo? Maior desenvolvimento do turismo, mais hotéis, turismo de maior qualidade?

A questão que se põe é a seguinte, será que os políticos da Zona dos Mármores estarão dispostos a lutar incessantemente para trazer o Ensino Superior à Zona dos Mármores?

Será que o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Mariano Gago, estará disposto a deixar as suas ideologias de parte e deixar abrir um Instituto Politécnico na Zona dos Mármores?

Será que os Calipolenses, Borbenses, Alandroalenses e Estremocenses estariam dispostos a unir-se e a lutar por esta causa?»

0 Comentários:

Enviar um comentário

<< Home